Pátria Amada

Em homenagem às nossas meninas do vôlei que levaram o ouro com garra e a inconfundível graça brasileira.

Ó pátria amada, idolatrada!
Pensavas que esta filha tua te abandonarias?
Jamais!
Cá estou de volta,
Em teus braços, abrigada,
“Ao som do mar e à luz do céu profundo”,
Sob o sussurro do cristo e da lua:
— bem-vinda à terra, minha filha.

E assim ficarei,
Como que embriagada na maresia desta cidade,
Na poesia de suas ruas, curvas, adversidades.
Com velhos amigos,
Rindo contente na boemia.

Então, com um pouco de sorte,
O carimbo já no passaporte,
Voar a caminho da ilha da magia,
Reencontrar a família
E comemorar uma data muito especial:
Lucas, 2 aninhos…
Teu filhinho, ó mãe gentil!

 Brasil!
“Um sonho intenso, um raio vívido.”
Em teu céu risonho,
O cruzeiro destaca-se, nada tímido,
Na noite clara em que enfim chego em casa,
Transbordando de amor, esperança e felicidade,
Ao rever minha cidade natal,
O cantinho aconchegante onde cresci.

Ser filha deste solo
E vez mais ter que partir…
Tão gostoso é aninhar-se em teu colo,
Quanta paz nos sons de nossa língua,
O sorriso verde-amarelo que nos é único,
Samba no pé e fé no futuro.

No coração,
A promessa de que esta filha se vai,
Mas sempre regressa à terra adorada.
Tu és, Brasil,
Hoje e sempre e entre outras mil,
Minha casa,
Minha pátria amada.

Advertisements

2 thoughts on “Pátria Amada

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s